fama-capa
Feliz Aniversário, Minha Amada
R$ 15,00*Frete Incluso
COMPRAR

Até que ponto uma pessoa pode ir para fisgar seu verdadeiro amor? Qual o preço a pagar? Quais as consequências? São perguntas que muitos passam a vida se perguntando. Benício não. Ele sempre soube as respostas.

Qtde. Páginas: 40
Impressão: Colorida
Publicação: Independente
Ano: 2013
Tamanho: 14 cm x 21 cm

VERSÕES DIGITAIS:

fama-yabu

Fábio Yabu“Combo Rangers” & “Princesas do Mar”

Quem nunca sonhou em ser capaz de ler pensamentos? De penetrar na mente do próximo, mergulhar em seus segredos e fantasias mais escondidos? A telepatia pode soar como uma bênção, mas, sinceramente, acho que ela seria a mais terrível das maldições. Afinal, quem seria capaz de se manter são frente aos traumas, loucuras e pesadelos que habitam a mente de um amigo, um irmão, ou pior, da pessoa amada?

Felizmente, somos surdos aos pensamentos uns dos outros. O mais próximo que temos da telepatia são as histórias; nada menos que um reflexo da intrincada mente humana, metáforas fragmentadas de toda a dor e alegria que carregamos ao longo da vida.

Na história ‘Feliz Aniversario, Minha Amada’, Brão Barbosa nos permite adentrar um pouco em sua mente, um complexo labirinto pincelado a sangue e nanquim, construído com ironia e sadismo. Eu não garanto que você vai voltar, mas posso assegurar que se divertirá um bocado.”

  • Adriano Gobbo

    Revista chocante. Acho que é o melhor que posso dizer sem te entregar informações demais. Nem posso te dizer o gênero para dar gosto a alguns segredos!!! E a arte está muito legal, com o uso de cores dominantes de uma forma simples que torna tudo tão… rico! Leia de uma vez só, é a maneira de se surpreender da melhor forma.

  • Edson Istanislau

    Essa HQ sem duvidas está em destaque na minha prateleira, uma historia tão plausível que te compra desde o primeiro quadro e que te faz devorar suas paginas, concluindo com um final épico.

  • Joaquim Henrique Silveira

    Acabei de ler “Feliz Aniversário, Minha Amada”. Te digo uma coisa… Parabéns! Que história interessante e intrigante. A construção do último ato explodiu minha cabeça. Traço muito criativo e autoral, assim como as belas cores, as quais fazem parte da narrativa. Vida Longa e Próspera” nas HQ’s.

  • zeeumesmo

    Cara, você é doente! :D Que HQ foi essa do “Feliz Aniversário MINHA AMADA”!? WOW! Não sou muito de ler quadrinhos, mas esse prendeu minha atenção. Li em PDF devido a minha condição financeira desfavorável, mas assim que tiver essa situação mudada, irei compra-la. Abraço, Brão! Do amigo: José Lima (Ator / “O Alegria” da Cavalaria Geek) #rauuuuul

  • Leandro Alves

    no MRG disse que tava de graça

  • Joao Victor

    Só um sentimento me consome nesse momento: Medo. Uma história chocante, final surpreendente, assim que acabei de ler, eu volte as páginas algumas vezes pra ver se era aquilo mesmo hahaha.

  • lala

    lala

  • lala

    lala

  • Leonardo Felix

    Desde de o MRG quis ler essa obra, sábado tive a oportunidade de comprar na CCXP e li lá mesmo. Não sei descrever, fiquei imerso na historia e acabei tendo aquele gosto de quero mais, o jeito que ela foi contada, mesmo que simples, é fácil de se envolver.

    PS. Quero um filme xD.

  • Davi Jung

    Uma obra muito divertida e excitante que ao contar a aventura de Eunice, trabalha questões do coração e do chamado com as quais todos vão se identificar, rir, chorar e refletir juntos
    RECOMENDADÍSSIMO!

  • Marjorie Okuyama

    Reparos é uma história que nos remete à infância já nas primeiras páginas. As ilustrações ricas em detalhes deixam tudo ainda mais vivo. Fazia tempo que não lia quadrinhos, e fazia ainda mais tempo que não me deparava com uma história que trouxesse uma nostalgia e uma saudade tão grande de pessoas queridas.

  • Cintia Inoue

    Que quadrinho mais lindo! Uma história que me fez lembrar de quantas vezes aprendi com a sabedoria dos mais velhos e como isso tem influência no que sou hoje. Cada ensinamento que parecia ser só uma conversa boba e que hoje eu consigo entender o significado. Bateu saudades desses tempos.

  • Thiago Lopes Teixeira

    Vai curintia!

  • Ana Paula Albuquerque

    Lindo! História emocionante e cheio de detalhes que mexem no S2
    Adorei !!

  • Coralim DH

    Que quadrinho gostoso de ler! A forma como o Brão conta a história e mostra o mundo do ponto de vista da criança é bem divertido. A interação entre a criança e o adulto é bem tocante. E o final me fez querer fazer algumas perguntas para ele, mas como ele mesmo disse, o espectador, o leitor também quer contar histórias. Que sabedoria! Um final na medida certa.

  • Jusier de Melo

    Cara a história é fantástica, parabéns Brão!! O final dá um nó na garganta. Sou seu fã desde Jesus Rocks.

  • Juliocesar Alves

    Reparos é realmente muito interessante e divertido, é gostoso de ler. O final é sensacional, daqueles que vai te fazer lembrar dele por muitos anos. Me lembrei do meu avô, de quando construíamos móveis de madeira em casa, ao mesmo tempo em que me fez pensar na minha filha e no meu tempo com ela. Parabéns e sucesso Brão!

  • Vinicios Santana

    Achei sensacional, clima de infância com um final emocionante. Já recomendei para meus amigos que gostam de quadrinhos.

  • Ariel Jaeger

    Cara, que sensação incrível ao ler Reparos. Li devagar porque cada quadro, pra mim, foi um mundo de detalhes para ser observado. Foi muito divertido fazer parte da história com a Eunice. Me senti na infância quando achávamos que as pessoas estranhas iriam nos matar se pudessem ficar a sós com a gente ahaha. O Final está de arrepiar, mais ainda ao saber que essa história incrível, tem base em fatos reais. Parabéns Brão, sou se fã e me orgulho de ser seu amigo.

  • Pamela Gomes

    Ganhei do meu namorado, Bruno, e a princípio me deparei com ilustrações lindas e fiquei super animada. Mas a história, amigos… é de deixar um nó na garganta (pra não dizer olhos marejados e nariz escorrendo. Hahaha) Demorei um tempo para me recuperar. Rs adorei e com certeza irei revisitá-la com frequência. Obrigada!

  • Cleilton Rolim

    Trabalho belíssimo e delicado! E todo o making of mostrou a dedicação e seriedade no projeto. Acompanho o Brâo desde Feliz aniversário,minha amada.Parabéns!

  • Ana

    Tãaaaao bom! Chorei no final e fiquei morrendo de vontade de ir para casa dar um abraço na minha família. É aquele tipo de obra que parte seu coração, mas te consola ao mesmo tempo <3

  • Simone Neves

    Conheci a obra na CCXP e, de cara, gostei da capa e do título. Comprei para minha filha de 13 anos (sim, aquela idade), mas acabei lendo antes dela. Os desenhos são ótimos, mas o ponto alto do livro é mesmo a história, que é linda, sensível, profunda e divertida, tudo ao mesmo tempo. Me fez refletir sobre certas escolhas que fiz no decorrer da vida – inclusive durante a infância – e as respectivas consequências (só aquelas por mim conhecidas, claro). Espero que a história provoque efeito semelhante na minha filha. Creio que nunca é tarde demais – nem cedo demais – para o necessário (embora doloroso) processo de autoconhecimento.

  • Muito bom, trabalho belíssimo. Conheci a obra pelo making of (o podcast foi indicado pelo rebobinando, um podcast que sou ouvinte) e tive que vir atrás da história por conta de todo carinho que eu percebi no autor. Super recomendo, história fantástica e final incrível. Parabéns ao Brão!

  • Andrew Luiz

    Cara, que demais. Seu trabalho deveria ser visto e apreciado por todo mundo

  • Guilherme Jales

    Acabei de acabar a leitura. Obrigado por tocar a todos nós com um texto tão lindo. Já se tornou um dos favoritos da vida.

  • Rogerio Araujo Ferreira

    Muito bom, traz aquele gostinho de cidade do interior que provavelmente não existe mais.

  • Raphael

    SEN-SA-CI-O-NAL! O traço é irrepreensível, detalhado e limpo. A história nos prende desde a primeira página, divertida e emocionante até o final. Li e reli, deixei de lado e já estou lendo de novo, cada vez descobrindo algo que passou despercebido antes. Saber que a história é baseada em fatos reais deixa tudo ainda mais tocante, uma linda homenagem.